banner1
banner2
banner3

Sócios Honorários

2011
Heloísa Santos
Maria Guida Boavida


2001
Rui Vaz Osório


1998 
Arnold Munnich 
Luís Archer


1997 
Corino de Andrade 


Marcus Pembrey
Marcus Pembrey

O Prof. Marcus Pembrey é um médico geneticista britânico que dirigiu a Unidade de Genética Pediátrica do Institute of Child Health de 1979 a 1998 tendo atingido o título de professor em 1986 e exerceu as funções de vice-diretor do Institute of Child Health de 1990 a 1998.

Logo em 1979, aquando da sua nomeação como diretor da Unidade de Genética Pediátrica do Institute of Child Health, e geneticista clínico, Honorary consultant, no Great Ormond Hospital for Children, em Londres, Reino Unido, selecionou como tema de investigação a genética não mendeliana. Dedicou-se inicialmente ao estudo da etiologia de doenças monogénicas como o síndrome do X frágil (para o qual propôs o conceito teórico da existência de pré-mutações, anos antes da descoberta e caraterização do gene FMR1) ou o síndrome de Angelman. Mais tarde orientou investigação em epigenética com particular relevância para o projeto “Avon Longitudinal Study of Parents and Children” que dirigiu até 2006.  

O Prof. Marcus Pembrey sempre valorizou a educação das populações, a necessidade de informar e sensibilizar as instituições governamentais para a relevância da genética humana, a  avaliação das repercussões sociais e éticas das descobertas científicas e a imprescindibilidade da colaboração internacional. Em 1992 foi co-fundador do Progress Educational Trust do qual foi presidente quase sem interrupção até 2014; foi nomeado consultor do Chief Medical Officer, Departamento de Saúde do Governo Britânico, de 1989 a 1998; participou ativamente na Sociedade Europeia de Genética Humana e foi co-fundador da International Federation of Human Genetics Societies. Foi Presidente da Sociedade Europeia de Genética Humana em 1994 e1995, presidiu ao Committee on Ethical Issues (redenominado Public and Professional Policy Committee) de 1994 a 1998 e de 1996 a 2001 representou esta sociedade científica na International Federation of Human Genetics Societies.

Tive o privilégio de trabalhar diariamente com o Prof. Marcus Pembrey em 1990 e 1991: uma pessoa de inteligência arguta, fascinada pela genética, continuamente interessada em conceitos e teorias que explicassem as aparentes exceções; simpática, acolhedora e determinada em facilitar o treino em genética, médica ou laboratorial, a quem para isso estivesse preparada e motivada mas dando atenção especial a Portugal.

Texto: Jorge M. Saraiva

1996 
Amândio Tavares